CONTROLE DE QUALIDADE

Consultoria para adequação e implantação dos programas de controle de qualidade em alimentos

1. Elaboração e Implantação de Manual de Boas Práticas, segundo orientação da RDC 216. 

2.  Elaboração e Implantação de Procedimentos Operacionais Padronizados (Pop’s) 


Pop  1 - Controle Integrado de Vetores e Pragas Urbanas; 
Pop 2 – Higiene e Saúde dos Manipuladores; 
Pop 3 – Higienização do reservatório de água;
Pop 4 – Higienização de instalações, equipamentos e móveis.

3. Elaboração e Implantação de Instruções de Trabalho (IT’s) para os procedimentos.

4. Realização de Auditorias Técnicas para levantamento das condições gerais de todo processo de produção dos alimentos desde a procedência da matéria-prima até a distribuição, com orientações que visam minimizar as não conformidades.

5. Qualificação de fornecedores de matérias-primas

As matérias-primas constituem o material básico para elaboração das preparações que fazem parte dos cardápios dos diversos tipos de empreendimentos gastronômicos. O controle higiênico-sanitário das matérias-primas é uma das prioridades para a manipulação segura dos alimentos.

6. Implantação de procedimentos para análise microbiológica de alimentos, mãos de manipuladores, equipamentos, utensílios e ambiente

Análises microbiológicas dos alimentos

Coletas de amostras de alimentos do cardápio, e amostras de água utilizadas no preparo dos alimentos, com o objetivo de avaliar as condições higiênico-sanitárias destes itens. Os resultados serão emitidos de acordo com os critérios e padrões microbiológicos do Ministério da Saúde, baseados na Resolução RDC 12 de 02/01/01 – ANVISA.

Análises microbiológicas dos equipamentos


Coletas de amostras de equipamentos, utensílios de preparação e ambientes de manipulação, para determinar a presença de microrganismos patogênicos e indicadores de contaminação, como os coliformes fecais, Staphylococcus aureus, Bacillus cereus e Pseudomonas aeruginosa, para avaliação das condições higiênico-sanitárias existentes, decorrentes do processo de higienização.

Análises microbiológicas das mãos

Coletas em amostras de mãos provenientes dos principais manipuladores de alimentos após a higiene das mãos como realizada de rotina, para avaliação do processo  e da eficiência dos produtos anti-sépticos utilizados. Para esta avaliação será pesquisada a presença de coliformes fecais, Staphylococcus coagulase positiva, Bacillus cereus e Pseudomonas aeruginosa.

7. Assessoria técnica

• Consultoria técnica com visitas periódicas;
• Orientação e organização da documentação exigida em fiscalizações;
• Cronograma de adequação para vigilância sanitária.